• 13/01/2017// Por: Taty Ferreira

    Aprenda a fazer meu prato predileto

    O pessoal do canal Quatro Ovos me deu a oportunidade de fazer um desafio e eu acabei pedindo para que eles me ensinassem a fazer meu prato predileto: Spaguetti a carbonara

    Assiste ai a receita completa para você fazer e me convidar pra jantar.

     


    Gostou? Compartilhe

  • 12/01/2017// Por: Taty Ferreira

    Saiba a opinião de um ginecologista sobre depilação íntima

    depilacao

     

    Quando o assunto é “pelos pubianos” as opniões são divididas, tanto entre os médicos, como entre as mulheres.

    Há quem prefira tirar tudo e acredita que assim seja mais higiênico, há também quem opte por algo mais “naturalista” e acredita que os pelos servem para proteção. Existe também o meio termo, mulheres que apenas aparam!

    Mas afinal, existe o certo ou o errado?

    Entre os médicos as opniões são muito dividas, os mais conservadores orientam as pacientes a nunca depilar tudo, algumas mulheres, inclusive, referem ter tomado “bronca” de seu ginecologista por conta de terem feito esse tipo de depilação.

    No Brasil há uma cultura pela depilação lisa, sem pelos, que nos EUA ela inclusive recebe o nome de Brazilian Wax.

    Porém, é importante escolher bem a técnica utilizada e analisar o seu tipo de pele. A depilação com cera ou lâminas pode deixar poros abertos, que são porta de entrada para microorganismos, que podem causar infecções na pele como foliculite. Além disso, a depilação causa irritação na pele, o que pode, aos poucos gerar um escurecimento do local!

    Existem cuidados pré e pós depilação, como uma boa higiene do local, produtos calmantes para pele e materiais adequados e limpos.

    Lembre-se, se uma técnica ou aparelho, está irritando sua pele, mude!

    Ok doutor! Mas e a depilação para a saúde da vagina?

    A verdade, é que remover, ou não, os pelos não é sinal de higiene. Ou seja, independente da sua opção os cuidados são os mesmos: Higiene adequada, enxugar bem após o banho, evitar roupas apertadas e protetores diários, consultar o ginecologista regularmente e estar em dia com seus exames!

    Mas verdade seja dita, a higiene fica muito mais fácil sem pelos, ou com os pelos aparados. 

    A base dos pelos possuem glândulas que produzem suor e gordura, para lubrificar a pele, isso facilita a colonização de bactérias.

    Além disso, na época da menstruação os pelos dificultam a limpeza da região, assim como no verão, que é quando o corpo transpira mais.

    Então por que alguns médicos dizem que os pelos são necessários para proteção?

    Todo pelo serve para proteger, na antiguidade os pelos do corpo protegiam do frio, os pelos do rosto protegiam do sol, e os pelos pubianos protegiam as mulheres da entrada de  pequenos insetos na vagina. Mas os tempos mudaram e hoje em dia essa função não é mais necessária, pois existem roupas e condições de higiene melhor, tanto é que na evolução de nossa espécie, alguns pelos começaram a sumir, pois perderam essa função de proteção!

    Assim sendo, não há certo ou errado, muito, pouco ou nenhum pelo, a mulher é livre para escolher a forma que a deixa mais a vontade!

    *Opinião do especialista:

    Não costumo dar opniões pessoais, porém quando o assunto é depilação eu oriento minhas pacientes deixarem pelo menos uma faixa de pelos de aproximadamente 2 cm de altura, o motivo é simples, evita o contato de laminas ou cera direto com a vagina, diminui o atrito direto da vagina com a calcinha ou com o absorvente, mantém a lubrificação natural dos pelos, evita a formação de foliculite na vulva e é mais fácil para manter a higiene.

    Porém repito:

    Não importa como você depila, o mais importante são seus hábitos de higiene e visitas regulares ao ginecologista.

    Cuide-se.

    Por Dr. Bruno Jacob – @DrBrunoJacob

    Cabeca Bruno Jacob


    Gostou? Compartilhe

  • 10/01/2017// Por: Taty Ferreira

    Bar ajuda mulheres a se livrarem dos pretendentes

    bar2

     

    Um bar no centro de São Petersburgo bolou um esquema para ajudar mulheres a se livrarem de péssimos encontros.

    Eles instalaram no banheiro feminino uma espécie de anúncio com o passo a passo dos códigos necessários para que o garçom, ou o bartender, consiga compreender que você não quer mais estar na companhia do seu pretendente.

    Através do código o atendente consegue, inclusive, entender como você gostaria de ir embora pra casa. Tudo isso apenas pedindo um drink.

    O bar Iberian Rooster, foi inaugurado em Novembro de 2016, instalou o esquema no últimos dias de Dezembro e logo a imagem já começou a circular pela internet.

    Acima a foto tirada no banheiro do próprio bar.

    Abaixo uma tradução feita por nós para caso algum bar brasileiro se sinta incentivado a fazer a mesma coisa. Sintam-se livres para baixar a imagem e colocar sua logo no final.

     

    perigo_encontro_tinder_bar

     

     


    Gostou? Compartilhe

  • 10/01/2017// Por: Taty Ferreira

    Cerveja para se tomar no chuveiro

    cerveja-para-chuveiro

     

     

    Não sei vocês, mas eu já fui pro banho bebendo cerveja e lá mesmo continuei degustando minha breja gelada.

    Aparentemente eu não sou a única pessoa no mundo que gosta de fazer isso. Uma empresa sueca resolveu desenvolver uma Pale Ale especificamente para ser bebida durante o banho. Sabe aquela coisa de vermos, em filmes, pessoas bebendo taças de vinho na banheira? Pois é, porque não beber cerveja no chuveiro então?

    A embalagem é menor do que uma long neck, tem cerca de 180 ml e tem esse tamanho para facilitar ser manipulada mesmo com a mão ensaboada. Não sei vocês, mas eu já QUERO!

     


    Gostou? Compartilhe

  • 09/01/2017// Por: Taty Ferreira

    Tá de tpm?

    ela-ta-de-tpm


    Gostou? Compartilhe

  • 09/01/2017// Por: Taty Ferreira

    Número de casamentos aumentou nos últimos anos

    casamento

     

    É de se pensar que com a maior liberdade para relacionamentos casuais, com o aumento do número de aplicativos para se conhecer pessoas, os relacionamentos a longo prazo estariam diminuindo e os casamentos estariam praticamente escassos.

    Essa é a impressão geral que temos, né? Mas na verdade o que está acontecendo é totalmente o contrário.

    Segundo o IBGE, a indústria das festas de casamento foi uma das poucas que não sofreu com a crise econômica dos últimos anos. Entre 2014 e 2016 houve um crescimento de 25%, movimentando cerca de R$ 16 bilhões em todo o Brasil, e a tendência continua sendo de crescimento.

    E todo esse mercado envolve desde o pedido de casamento até o recebimento das fotos e filmagens depois. Pensando nesse crescimento da industria uma empresa curitibana, criou o aplicativo Pin Book, uma espécie de caderno de preparativos, onde, estando ou não com o casamento próximo, a pessoa pode guardar todas as inspirações para organizar seu grande dia.


    Gostou? Compartilhe

  • 30/12/2016// Por: Camila Pavani

    SSD #9 – Não consigo sentir tesão me masturbando, o que eu tenho de errado?

    sexo-sem-duvida

     

    “Olá Taty, vou me identificar pela letra “B” e estou aqui, para tirar uma dúvida e saber qual é a sua opinião sobre o assunto. Já vi vários vídeos seus falando sobre o “Orgasmo Feminino” mas nenhum deles respondeu a minha pergunta. Tenho 18 anos e namoro faz 3 anos, com o meu primeiro namorado. Falamos de sexo naturalmente, não temos um tabu. Ele foi o primeiro homem que transei, e algo que vem que assustando bastante foi o fato, de nunca ter gozado, ou se já gozei nunca soube identificar. O meu namorado diz que tenho que me conhecer, e isso é fato! Mas não sinto prazer nenhum ao me tocar, e prefiro nem tentar, pois sempre me sinto frustrada, pois não sinto NADA. Mas quando ele toca em mim, parece que estou nas nuvens, e me excito muito rápido com o toque dele.

    Não sei se vale a pena ressaltar aqui, mas na hora do sexo fico muito molhada, muito mesmo, até penso que eu poderia ter gozado, mas não tenho a certeza, pois não sinto aquele prazer todo que muitos dizem sentir quando goza. E não pensem que a culpa é dele, pois ele fica horas me estimulando e acabo sentindo muito prazer com isso, mas não chego a gozar de fato.

    E gostaria que me respondesse tanto em vídeo ou texto, se isso é normal? Se realmente tem mulheres que não conseguem gozar? Ou eu, mesmo não sentindo NADA, tenho que me conhecer? Ou procuro ajuda? (Ginecologista)”

    Olá..

    A sua dificuldade de alcançar orgasmo é uma queixa muito comum entre as mulheres, não é só você que tem essa dificuldade.

    Mais ou menos 80% das mulheres não gozam com o sexo sendo feito com pênis dentro da vagina, preferem a mão, a boca e outras partes tocando o clitóris.

    Atendo aproximadamente 15 anos mulheres que relatam dificuldades sexuais, e queixas como a sua são comuns, bastante frequentes.

    Não há como não saber quando se sentiu um orgasmo. Qualquer pessoa quando sente um orgasmo intenso, sabe, percebe e identifica facilmente que sentiu, porque é uma sensação diferente mesmo.

    O problema está em que muitas mulheres e muitos homens fazem sexo de uma forma que não estimula o orgasmo, porque fazem sexo focado nos genitais. Esperam dos genitais a resposta máxima de excitação, quando o corpo da mulher tem aproximadamente 30 áreas absolutamente sensíveis à excitação sexual. O corpo feminino é muito, muito mais, que os órgãos genitais. Existem livros inclusive explicando como provocar orgasmos femininos.

    Mas você cita no assunto desta mensagem que não consegue sentir tesão se masturbando, e pede o que há de errado. O que posso lhe falar é que o tesão está mais dentro da cabeça do que no meio das pernas. O que isto significa? Que talvez você esteja se tocando mas focada no que vai sentir pelo toque no seu corpo. O toque no corpo é um segundo plano, você precisa potencializar as fantasias dentro da sua cabeça, como se fosse desenvolver o lado erótico dos pensamentos, entendeu?.

    Outra coisa, avalie o valor negativo que a sociedade passa para as mulheres referente a masturbação. Raras são as mulheres que assumem que se masturbam, e mais raras ainda são as mulheres que assumem gozar na masturbação, porque sempre ensinaram “erroneamente” às meninas que isso não combina com elas.   

    Tente se masturbar fantasiando mais, pensando mais coisas gostosas na sua cabeça, imaginando mais coisas que lhe dê tesão, mais do que focando no que vai sentir no corpo ao se masturbar. O foco é nos pensamentos e em segundo plano o clitóris.

    Se você na masturbação estiver fantasiando e no sexo com seu namorado também, e ainda não perceber resultados, indico que fale com um profissional preferencialmente psicólogo especialista em sexualidade (terapeuta sexual), porque algo pode estar lhe bloqueando sem você conseguir identificar. Eles certamente lhe ajudarão nisto, porque Orgasmo não é algo instintivo, é aprendido, aprendemos a ter orgasmos. As vezes é preciso que alguém nos ensine!


    Gostou? Compartilhe

  • 23/12/2016// Por: Camila Pavani

    SSD #8 – Sentir dores nos testículos é normal?

    sexo-sem-duvida

     

    “Sou especial (deficiente físico) não tenho parceira fixa,  pratico sexo de vez em enquanto, sinto dores nos testículos sei que é normal a sua falta, porém quanto pratico masturbação alguns horas as dores passam dos testículos, fiz fimose já adulto e quando me masturbo a glande fica vermelha alguns instantes sinto que vai sangrar na hora que  ejaculo mas nunca chegou a sair sangue  e passam vários dias a cabeça do billau doendo me indicam algum meio e truques para evitar esse incômodo é normal ou só acontecem comigo.

    Me indicam algum link que já foi  lançada na net

    Obrigado..”

    Nunca, nunca mesmo sentir dores é normal, em nenhuma parte do corpo e muito menos na sexualidade.

    A dor é exatamente para informar nós humanos e qualquer animal de que algo não está bem. Inclusive sangramento é indicativo de que algo no nosso organismo está com problemas.

    Independente de deficiência ou não, de ter ou não parceira fixa, de fazer sexo só de vez em quando, afirmo, se você está sentindo dor tem que ver o que é.

    O que eu indico para você é procurar um médico Andrologista (é um médico especialista na sexualidade masculina), se não tiver perto de você um Andrologista pode ser um Urologista, mas Urologista nem sempre entende de problemas na sexualidade masculina, embora as pessoas achem que ele é o médico de homens. Urologista atende tanto homens quanto mulheres e cuida de outras áreas também, como bexiga, rins, e outras áreas que não são da sua preocupação neste momento. Busque primeiramente um Andrologista.

    Com poucas informações é um risco informar por aqui a causa específica e também indicar a você um link que fale da sua dor, por isto nada substitui uma avaliação onde o médico vai usar de exames exatos para identificar.

    Notícia boa, a grande maioria das dores, inclusive na sexualidade, com uma avaliação correta podem ser tratadas e solucionadas, na maioria das vezes, muito facilmente.


    Gostou? Compartilhe

  • 18/12/2016// Por: Taty Ferreira

    + 12 Perfis de gatos para seguir no instagram

    —–>  BERTIL ESPEGREN

    Instagram: @BertilEspegren

    Modelo

     

    bertilespegren

     

    —–>  TINO CHINYANI

    Instagram: @fresh_prince263

    Modelo

     

    fresh_prince263

     

    —–>  GARRETT NEFF

    Instagram: @gwneff

     

    gwneff

     

     

    —–>  RIVER VIIPERI

    Instagram: @riverviiperi

     

    riverviiperi

     

     

    —–>  ADAM GALLAGHER

    Instagram: @iamgalla

     

    iamgalla

     

     

    —–>  TIL SCHUSTER

    Instagram: @tilschuster

     

    tilschusterpqn

     

     

    —–>  JIMMY LAUNAY

    Instagram: @jimmylaunay

     

    jimmylaunay

     

     

     

    —–>  JOEY LONDON

    Instagram: @joeylondonstyle

     

    joeylondonstyle

     

     

    —–>  JULIANO TOLEDO

    Instagram: @julianotoledo007

     

    julianotoledo007

     

    —–>  JISLAIN DUVAL

    Instagram: @jislainduval

     

    jislainduval

     

    —–>  LORENZO LIVERANI

    Instagram: @liveranilorenzo

     

    liveranilorenzo


    Gostou? Compartilhe

  • 18/12/2016// Por: Taty Ferreira

    Saudade do meu banheirinho

    banheiro


    Gostou? Compartilhe

Taty Ferreira

Blogueira

/acidezfeminina
/acidezfeminina
/AcidGirlTestosterona
/acidezfeminina
/AcidezFeminina
Olar bandiputo!!!

Natural de Araxá/MG, tem 28 anos, é blogueira, youtuber, empresária, escritora, modelo, atriz e mentirosa. Produz conteúdo para a internet desde 2009 e ama o fato de poder trabalhar usando pijama. Tem uma missão de que é lembrar as mulheres de depilarem seus bigodes. Você, mulher, já depilou seu bigode essa semana?