• 20/09/2013// Por: Taty Ferreira

    Namorada ruim de bola gato

    cabecinha-noombro

     

     

    “Olá, Acid!

    Prefiro não me identificar…

    O que acontece é o seguinte: Eu tenho uma namorada incrível, em todos os sentidos. Ela é linda, inteligente, carinhosa, compreensiva, e gosta muito de sexo. Estamos juntos há pouco mais de um mês. Nossa relação é muito saudável.

    Mas, como uma boa mulher, ela já conseguiu encontrar um problema. A experiência sexual dela não é muito grande… Quando se trata de preliminares e penetração, está tudo sempre bem. Eu tomo as rédeas e ela me acompanha. O desentendimento começa quando ELA resolve fazer sexo oral. Ela não é boa. Eu não me importo, mesmo. Mas ela se importa.

    Ontem, eu peguei ela de surpresa. Ela não quis tirar a parte de baixo da roupa, alegando não ter se preparado. Eu entendi, e continuei ali, só excitando-a, brincando com o corpo dela. Então ela, que adora me satisfazer, decidiu que faria um boquete. Eu estava bem duro… Mas, conforme ela foi chupando, meu pênis foi amolecendo, até o ponto de estar completamente mole. É a terceira vez que isso acontece.

    Eu tentei dar uma desculpa, dizendo que brochei, porque estava muito cansado. Mas não colou… Ela emburrou. Ela sempre emburra. Depois fui lá, e tentei explicar para ela que eu realmente não me importo, que ela não tem obrigação nenhuma de ser uma Sasha Grey, e de que não havia razões para ela se sentir insegura, afinal, “estamos aprendendo juntos”. Mas não tem acordo, Acid. Ela emburra, e fim de papo.

    Eu não sei mais o que fazer. Eu tenho comigo que isto é questão de prática… Cedo ou tarde, ela ficará boa, sabe? A única coisa que eu gostaria, é de que ela não tivesse essa neurose, e que aceitasse isto como uma coisa natural, ao invés de emburrar.

    Me ajude. Não sei o que fazer…

    Obrigado! Um beijo!”

    ___________________________

    Mas que droga de vida hein cara? Além de ruim de boquete ela é mimizenta?! Puta merda!

    A verdade é que ninguém nasce sabendo e mesmo que nascesse sabendo cada pessoa gosta de ser tocada, estimulada e levada de uma maneira diferente, tem até aquelas pessoas que nem de boquete gostam, faz parte da vida.

    Eu acho que seu pecado está em não ensinar. Tá certo que ela emburra porque ela não é boa, é chato mas é compreensível, porque pelo jeito ela quer fazer o que puder para te agradar. Então ajude ela a te agradar, demonstre o que você gosta, chama ela com jeitinho e fala “faz assim,  faz assado” quando ela fizer algo legal estimule, solte uns gemidos, demonstre que ela fez certo, se ela for esperta ela vai começar a repetir só o que você demonstrar que gosta e vai pegando a prática.

    Não adianta você saber que ela não é boa, ela querer ser boa e você não fazer nada para ajudar e ficar se contentando repetindo “ah ela não é boa mas não importo”. Cara, quantos homens e mulheres por ai só gostariam que suas namoradas e namorados se importassem em agradar e estivesse dispostos a aprender para agradar e você ai desperdiçando a oportunidade sendo condizente com o negativo.

    Pode ter certeza que por mais que você ou qualquer um que esteja lendo isso aqui (e até eu que tô escrevendo) tenha experiência sexual, em algum momento vai fazer algo de uma maneira que não agrade o suficiente a outra pessoa, tanto sexual como sentimentalmente, é normal, cada um é cada um e todo mundo tem suas preferências. Vence quem tiver alguém que tenha disposição para aprender e paciência para ensinar.

     


    Gostou? Compartilhe


Taty Ferreira

Blogueira

/acidezfeminina
/acidezfeminina
/AcidGirlTestosterona
/acidezfeminina
/AcidezFeminina
/AcidezFeminina
Olar bandiputo!!!

Natural de Araxá/MG, tem 30 anos, é blogueira, youtuber, empresária, escritora, modelo, atriz e mentirosa. Produz conteúdo para a internet desde 2009 e ama o fato de poder trabalhar usando pijama. Tem uma missão de que é lembrar as mulheres de depilarem seus bigodes. Você, mulher, já depilou seu bigode essa semana?