• 26/02/2013// Por: Jean Vieira

    Mulher mata o marido após ser chama de gorda

     

    Investigada pela Polícia Civil de São Paulo como suspeita de assassinar o marido há um mês, uma empresária de 28 anos alega estar sendo injustiçada e conta como matou o representante comercial de 33 anos. Para o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), o crime foi premeditado, mas para a mulher tudo não passou de “legítima defesa.”

     

    Indiciada por homicídio doloso qualificado, quando há intenção de matar e por não ter dado chance de defesa para a vítima, Andressa Ramos de Araujo falou ao G1 que só atirou em Sergio Francisco para se defender. Ela ainda não disse ao seu filho de 4 anos que matou o pai dele.

     

    A mulher alegou que, assim que descobriu a traição do marido, foi xingada de “gorda” e acabou agredida por ele. Com medo, disse ter pegado uma arma numa gaveta e atirado. O caso ocorreu na madrugada do dia 24 de janeiro na residência do casal, na Zona Leste. A arma do crime foi descartada pela acusada e ainda não foi localizada.

     

    “Foi um disparo acidental”, alegou Andressa, que aceitou dar a entrevista sob a condição de que seu rosto não fosse mostrado. Ela responde pelo crime em liberdade.

     

    Via G1.

     

    ________________________________

     

    Se tivesse chamado de “vadia”, hoje estaria vivo e, quem sabe, tendo as cuecas lavadas por ela. Mas não, tinha que chamar de “gorda”, deu no que deu.


    Gostou? Compartilhe


Taty Ferreira

Blogueira

/acidezfeminina
/acidezfeminina
/AcidGirlTestosterona
/acidezfeminina
/AcidezFeminina
/AcidezFeminina
Olar bandiputo!!!

Natural de Araxá/MG, tem 30 anos, é blogueira, youtuber, empresária, escritora, modelo, atriz e mentirosa. Produz conteúdo para a internet desde 2009 e ama o fato de poder trabalhar usando pijama. Tem uma missão de que é lembrar as mulheres de depilarem seus bigodes. Você, mulher, já depilou seu bigode essa semana?