• 31/08/2016// Por: Camila Pavani

    Pesquisa revela um fato interessante sobre os usuários do Tinder

    tinder-moments-20140609

    Você está lá, de buenas no Tinder e de repente: It’s a match! Que frase boa de ler, não é mesmo?

    A ciência sempre se supera com estudos sociais cada vez mais loucos, a bola da vez foram os usuários do aplicativo de relacionamentos Tinder. A Universidade do Norte do Texas realizou uma pesquisa com homens e mulheres para descobrir o nível de satisfação com a própria aparência.

    Para quem ainda não usou o aplicativo, funciona da seguinte maneira: você recebe um perfil na tela do seu celular e então desliza para a esquerda se não gostou da pessoa ou para a direita se gostou. Então, quando a pessoa que você “gostou” recebe o seu perfil e desliza para a esquerda também, aparece uma mensagem na sua tela e o chat entre vocês fica disponível. 

    As autoras da pesquisa Jessica Strubel e Trent Petrie realizaram um questionário com mais de 1.044 mulheres e 273 homens, em sua maioria estudantes de graduação, para apresentar na convenção anual da Associação Psicológica Americana. As perguntas envolviam a forma como utilizavam o aplicativo, como viam a própria imagem, fatores socioculturais, bem estar psicológico e até os objetivos em relacionamentos.

    Ao analisarem as respostas, as autoras observaram que as pessoas que utilizam o aplicativo de relacionamento relatam estarem mais insatisfeitas com suas aparências do que as pessoas que não utilizam o app. E dentro desse grupo cadastrado no Tinder, os homens foram os únicos que relataram níveis mais baixos de autoestima.

    “Descobrimos que estar ativamente envolvido com o Tinder, independentemente do sexo do usuário, foi associado à insatisfação, vergonha e monitoramento do corpo, internalização de expectativas sociais de beleza, comparação física para com os outros, e dependência de se informar sobre a aparência e atratividade”, disse Strubel.

    A intenção da pesquisa era descobrir qual o nível de autoestima feminina, mas ao final perceberam que os fatores que influenciam no psicológico feminino também afetam o masculino.

    “Embora as intervenções atuais de imagem corporal sejam dirigidas para as mulheres, os nossos resultados sugerem que os homens são igualmente e negativamente afetados pela sua participação nos meios de comunicação”, completou Strubel.

    Mas calma, ninguém disse que o aplicativo causa isso. Pode continuar procurando um crush, você não vai passar a se achar menos atraente só porque está no Tinder, né!?

    ___

    Por email, a equipe de assessoria da empresa nos enviou a seguinte resposta sobre a pesquisa:

    As descobertas do artigo não podem ser consideradas significantes ou representativas porque são resultado de falhas metodológicas.

    Dado que os autores do estudo estavam medindo os efeitos da interação no Tinder por gênero, e que a amostra de homens e mulheres que usam o Tinder era muito pequena (70 participantes mulheres e 32 participantes homens), nenhuma estatística significante pode ser gerada sobre homens e mulheres que usam o aplicativo, comparados com homens e mulheres que não usam o Tinder ou sobre usuários do Tinder no geral. A amostra também é limitada na população que os autores desenharam para criar a amostra e não representativa na base global de usuários do Tinder: apenas uma universidade estadual no Sudeste e uma universidade estadual no Sudoeste.

    Dado o pequeno tamanho da amostra e a natureza não representativa da mesma, nenhuma descoberta pode ser estabelecida a partir de uma perspectiva empírica. Além disso, qualquer cientista social sério irá questionar e duvidar da validade dos resultados.

    Ashley Madison - Have an affair. Married Dating, Affairs, Married Women, Extramarital Affair


    Gostou? Compartilhe


Taty Ferreira

Blogueira

/acidezfeminina
/acidezfeminina
/AcidGirlTestosterona
/acidezfeminina
/AcidezFeminina
/AcidezFeminina
Olar bandiputo!!!

Natural de Araxá/MG, tem 30 anos, é blogueira, youtuber, empresária, escritora, modelo, atriz e mentirosa. Produz conteúdo para a internet desde 2009 e ama o fato de poder trabalhar usando pijama. Tem uma missão de que é lembrar as mulheres de depilarem seus bigodes. Você, mulher, já depilou seu bigode essa semana?