• 26/02/2013// Por: Taty Ferreira

    Olha essa boneca inflável!

    O pessoal do site Sexônico  me mandou um email essa semana me convidando para a Primeira Mostra Internacional de Bonecas Infláveis.

    Sim, bonecas infláveis!

    Você agora deve estar com a mesma cara que eu fiquei quando vi o email, aquela cara de “What!?”, mas dai fui pensar e descobri que eu nunca nem cheguei perto de uma boneca inflável, mas sempre achei a coisa toda de bonecas infláveis muito genial.

    Continuei lendo o email e descobri que existe uma boneca inflável real, fui ver as fotos e, velho, é muito parecida com uma pessoa mesmo. Ela tem até nome, se chama Valentina e vai estar na Mostra! Eles estão leiloando a virgindade da Valentina e tudo!

     

    Olha ai algumas fotos da Valentina para você ver o quanto é real.

     Conheço mulheres reais mais artificiais que essa boneca.

    Dai decidi que vou na Mostra né, primeiro porque preciso ver isto de perto e segundo porque preciso fazer um vídeo com essa Valentina.

    E tô fazendo este post para convidar vocês pra irem lá ver também. A Mostra acontece do dia 6 a 9 de Março no Espaço Painel Cultural – Rua Bernardinho de Campos, 210 Brooklin – São Paulo. A entrada é grátis!

    Pra quem quiser saber mais sobre a mostra, ver mais fotos da Valentina e/ou dar um lance no leilão da virgindade dela é só clicar aqui!


    Gostou? Compartilhe

  • 26/02/2013// Por: Jean Vieira

    Mulher mata o marido após ser chama de gorda

     

    Investigada pela Polícia Civil de São Paulo como suspeita de assassinar o marido há um mês, uma empresária de 28 anos alega estar sendo injustiçada e conta como matou o representante comercial de 33 anos. Para o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), o crime foi premeditado, mas para a mulher tudo não passou de “legítima defesa.”

     

    Indiciada por homicídio doloso qualificado, quando há intenção de matar e por não ter dado chance de defesa para a vítima, Andressa Ramos de Araujo falou ao G1 que só atirou em Sergio Francisco para se defender. Ela ainda não disse ao seu filho de 4 anos que matou o pai dele.

     

    A mulher alegou que, assim que descobriu a traição do marido, foi xingada de “gorda” e acabou agredida por ele. Com medo, disse ter pegado uma arma numa gaveta e atirado. O caso ocorreu na madrugada do dia 24 de janeiro na residência do casal, na Zona Leste. A arma do crime foi descartada pela acusada e ainda não foi localizada.

     

    “Foi um disparo acidental”, alegou Andressa, que aceitou dar a entrevista sob a condição de que seu rosto não fosse mostrado. Ela responde pelo crime em liberdade.

     

    Via G1.

     

    ________________________________

     

    Se tivesse chamado de “vadia”, hoje estaria vivo e, quem sabe, tendo as cuecas lavadas por ela. Mas não, tinha que chamar de “gorda”, deu no que deu.


    Gostou? Compartilhe

  • 25/02/2013// Por: Taty Ferreira

    5 Dicas fáceis para agradar uma mulher

    Quantas vezes você já ouviu homens reclamarem que mulheres são difíceis de entender e complicadas de agradar? Inúmeras né?! Eu também.

    Acontece que algo que talvez vocês não saibam é que os homens que falam isso nada mais são que preguiçosos. Mulheres são a criatura mais fácil de ser agradada no mundo. Obviamente há aquelas exceções onde a mulher já tem tudo na vida e não fica satisfeita com qualquer coisa, mas até essas podem ser agradadas com as dicas abaixo.


    Gostou? Compartilhe

  • 25/02/2013// Por: Taty Ferreira

    Quando uma menina se torna mulher


    Gostou? Compartilhe

  • 25/02/2013// Por: Taty Ferreira

    Transando ao lado dos pais

     

    “Me chamo Marcos. Não sou muito bom com palavras, mas queria compartilhar uma história com você.

    Eu e minha namorada estamos juntos há cerca de 4 anos e nossa vida sexual tem melhorado um bocado. Um dia desses ela veio da faculdade para a casa dos meus pais e claro, procuro sempre recebe – lá bem. Normalmente ela vem para dormir, mas sei que ela não dorme antes de brincarmos um pouco. A questão como brincar com ela se os meus pais dormem ao lado e a única coisa que nos separa é um grande armário?

    Isso mesmo! Dormimos no mesmo quarto que meus pais, mas jovem é uma desgraça! Quando bate aquela vontade… FUDEU!

    Então para aliviar um pouco eu coloquei o colchão da minha cama para dormirmos no escritório improvisado ao lado. Apaguei as luzes e ficamos agarradinhos. Ela é bem romântica e carinhosa, mas quando quer dá seu jeitinho para demonstrar.

    Ficamos naquele esfrega pra lá, acaricia de cá um tempão até que deu a hora que papai e mamãe já estariam dormindo, mas eles tem sono leve, então saliências no silêncio.

    Coloquei a camisinha e mandamos ver em silêncio. Não sei se vocês já tiveram que fazer em silêncio, mas é ruim meter sem ouvir e fazer som. Sexo bom é sujo e sonoro!

    Depois de um tempo tirei a giromba de lá e levei o primeiro susto! Cadê a camisinha que tava no meu pau?

    – Amor, o que houve?

    – A camisinha sumiu!

    Ela levou um susto quando falei. Meti os dois dedos dentro dela, fiquei estocando lá com os dedos até achar. A danadinha tava lá dentro, quase no útero! De repente outro susto. A luz do lado dos meus pais acendeu.

    – Caralho! Fudeu! – pensei.

    Ficou acesa por um tempo, mas depois apagou. Meu pau tava duro ainda. Não tinha gozado. Então já que já tava tudo fodido mesmo peguei outra camisinha e continuamos a brincar.

    Demos mais uma de leve! Mas logo em seguida meus pais acordaram. Tivemos que nos vestir rápido e fingir que dormíamos para não sermos pegos.

    É estranho fazer sexo sem barulho e ao lado dos meus pais. É como participar de um pornô pra mudos. Mas sexo… seja onde for e nas condições que forem… é sempre muito bom!”


    Gostou? Compartilhe

  • 20/02/2013// Por: Taty Ferreira

    Quanto mais chocolate você come, menos sexo você faz

    Chocolate é um presente fácil, por ser de grande praticidade e ser apreciado pela grande maioria das mulheres. Em alguns países da Europa, como a Suíça, Áustria e Alemanha (países frios), sexo e chocolate andam de mãos dadas.

    Mas na maioria dos países europeus, na China, na Austrália e no Brasil, a relação entre o consumo de chocolate e a prática sexual está inversamente relacionada. Gregos e brasileiros comem entre um e dois quilos de chocolate ao ano e tem de 80 a 90 relações sexuais por ano.

    Por outro lado, britânicos e americanos (comem 10 e 6 quilos de chocolate ao ano) têm apenas 50 relações sexuais no mesmo período. O caso mais intrigante é o dos japoneses: comem dois quilos de chocolate e têm apenas 35 transas a cada ano.

    A revista inglesa Economist fez um gráfico comparando o consumo de chocolate e a quantidade de transas no ano e descobriu que quanto mais chocolate uma pessoa come, menos sexo ela faz. Tenho certeza que, a partir de hoje, muito homem vai pensar duas vezes antes de presentear a namorada com chocolate.

    Veja o gráfico:

     

     

    O siteBr Notícias foi quem replicou a notícia.


    Gostou? Compartilhe

  • 19/02/2013// Por: Jean Vieira

    Como a mulher encara a traição ao longo dos anos

    Vi no Instagram da Mimafag.


    Gostou? Compartilhe

  • 19/02/2013// Por: Taty Ferreira

    Tipos de piroca

     

    E ai qual é o seu?


    Gostou? Compartilhe

  • 18/02/2013// Por: Jean Vieira

    A vantagem de não ter um corpo sarado

    Não é?


    Gostou? Compartilhe

  • 18/02/2013// Por: Taty Ferreira

    Foi pro médico por causa de tesão recolhido

     

    “Olá, Acid.

    Essa história aconteceu comigo há 9 anos, quando eu tinha apenas 19 anos e meu namorado (e atual esposo) 23 anos.

    Namorávamos havia um ano e já estávamos noivos, mas eu ainda era virgem e morria de medo de perder a virgindade e meus pais descobrirem. Ele, contudo, sempre me respeitou.

    Faltando mais ou menos 2 semanas pro nosso casamento, fomos visitar minha irmã que estava morando em São Paulo e, demos uns ‘amassos’ no ônibus durante a viagem de volta… Eis que surge a idéia de irmos ao motel, ele sem um puto no bolso e, eu na mesma.

    Descemos na rodoviária de Santos era, mais ou menos, 1 hora da manhã e saímos em caça de motel, sim, andamos de motel em motel pra ver qual era mais barato (vergonha total!). Enquanto o bexiguento entrava pra perguntar o valor eu ficava na entrada esperando, na madrugada, cheio de puta nas ruas do centro – isso que era vontade de dá!

    Enfim, encontramos um motelzinho legalzinho e barato, fomos tomar banho juntos, todo aqueles pega e tals, e quando fomos pra cama, naquele rala e rola começa a me bater maior neurose e eu mando ele sair de cima de mim, o coitado continua fala que tá tudo bem e quando eu começo a relaxar ele cai pro lado e, do nada, fala “eu não consigo”, daí pronto! Eu me desesperei novamente, primeiro porque achei que tinha feito alguma coisa errada, tava fedendo ou sei lá, depois comecei a achar que meus pais iam lá e me descobrir (bem babaca, eu sei). Fiquei tão neurótica que quando me dei conta, meu namorado tava chorando, sim, chorando! Falando que “não ia tirar minha virgindade, que tinha conseguido esperar até naquele dia, não custava mais nada esperar mais 2 semanas e blá blá blá”.

    Nos vestimos e fomos pra casa de uma irmã dele, onde eu estava ficando (pois havia falado pros meus pais que tava na casa dela e não viajando com ele). Mas a história não acaba aqui, durante a madrugada acordei com uma dor horrível na bexiga e quando fui na cozinha, lá estava meu namorado, sentando se queixando de dor nos ovos hahahah. Passamos a noite em claro não agüentando de dor e acreditam que chegou a passar pela minha cabeça que eu poderia estar grávida? Hahahaha

    Pois é, totalmente desinformada. Na manhã seguinte fomos no posto de saúde juntos e, quando fomos atendidos e contamos toda a história pro médico ele apenas riu e disse “Meu Deus! Estão quase casados, vão pro motel e não transam? Que vergonha! Isso aí, que vocês estão sentindo, é tesão recolhido.” Eu fiquei vermelha de vergonha na hora e meu namorado nem aí, vê se pode!

    Hoje estou com 28 anos, ele com 33 anos, estamos casados, grávidos e sempre quando nos reunimos com amigos antigos e familiares ressurge essa história, na época foi constrangedor, mas hoje é de rir mesmo!

     

    Beijos.”

    _______________________________________

    Quem passou por essa foi a Dani Slainte.


    Gostou? Compartilhe

Taty Ferreira

Blogueira

/acidezfeminina
/acidezfeminina
/AcidGirlTestosterona
/acidezfeminina
/AcidezFeminina
/AcidezFeminina
Olar bandiputo!!!

Natural de Araxá/MG, tem 30 anos, é blogueira, youtuber, empresária, escritora, modelo, atriz e mentirosa. Produz conteúdo para a internet desde 2009 e ama o fato de poder trabalhar usando pijama. Tem uma missão de que é lembrar as mulheres de depilarem seus bigodes. Você, mulher, já depilou seu bigode essa semana?