• 27/01/2013// Por: Jean Vieira

    Acidez Alheia #92


    Gostou? Compartilhe

  • 26/01/2013// Por: Taty Ferreira

    Chega de se fazer de vítima

     

    Pleno 2013 e ainda temos que aguentar mulheres se fazendo de vítima.

    Quem é que nunca teve que aguentar uma mulher choramingando pelo cara que a traiu, pela amiga que a tratou mal, pelo chefe lhe chamou atenção em frente aos colegas de trabalho? Arrisco dizer que quem convive com muitas mulheres deve passar por essa lamentação todo santo dia.

    Daí, fico pensando, as mulheres, em geral, tem um histórico recente de luta, enfrentamento, conquistas, evolução social e coragem como nunca havia sido registrado na história, mas ainda têm a necessidade de se fazer de vítimas e tentar culpar o outro pelo fracasso, quase nunca aceitando que recebemos aquilo que procuramos.

    A maneira mais comum de presenciar o melodrama é num término de relacionamento, nesta situação a mulher sempre reclama que fez tudo pelo cara, que sempre deu liberdade para ele e ele não soube aproveitar, que tudo que ela queria era compromisso mas que ele é imaturo demais para entender isso e bla bla bla wiskas sachê. Mas nessa hora quase nunca vemos a mulher assumir um pouco da culpa, notar que esteve errada, enfrentando que quando algo não dá certo na vida da gente, a pessoa detentora da história é quem carrega a maior parte da responsabilidade dos erros e dos acertos.

    Digo isso, com toda convicção porque sou mulher e obviamente já me peguei fazendo uso desse ‘mecanismo de defesa’ continuas vezes, coisa que dificilmente reparo nos homens com quem convivo.

    Para as mulheres que leem este blog, espero que se lembrem de que, como dizem por ai:

    Seria uma questão de criação? Seria parte do charme feminino? Ou seria natural, biológico, coisa de ‘sexo frágil’?


    Gostou? Compartilhe

  • 25/01/2013// Por: Taty Ferreira

    Veja só o grau da neurose

     

    Olá Acid! Tenho um problemão há um tempo e gostaria de pedir um conselho seu.

    Eu namoro há um ano e 9 meses com um cara bacana. Conhecemos-nos pela internet, e durante 1 ano e 8 meses, nos mantivemos a 1500 km. Mas começo do mês passado me mudei pra cidade dele, e estamos morando junto com a família dele.

    Depois dos 3 meses de namoro, começamos a brigar muito, e com ele eu sempre senti um ciúme incontrolável e possessivo.  Nossa primeira briga foi uma semana antes da primeira das três viagens que ele fez pra me conhecer, nós brigamos muito feio.

    Depois disso, várias outras coisinhas aconteceram, mas sempre contornávamos, até que um dia eu peguei ele vendo pornô – e ainda tentou esconder de mim. Eu já tinha deixado muito claro que eu me sentiria traída e insuficiente se ele fizesse isso. E acredita que no final ainda fui eu que pedi desculpa!? Porque chorei e fiz um “showzinho” por apenas “algumas fotos”. Depois disso, nunca mais me senti única pra ele – nunca mais. Nem mesmo quando ele estava perto de mim, nas raras viagens que ele fazia pra me ver. Mas nos mantivemos até hoje. … Até hoje.

    No lugar em que ele trabalha, tem uma daquelas “candidatas a Panicat”, sabe? Cavalonas e tal. E os amiguinhos dele vivem comentando da bunda dela. Ele jura de pés juntos que NUNCA olhou pra bunda dela – mas eu não sou idiota, até porque dou umas olhadas pra ele quando estamos na rua, por exemplo, e vejo o que ele vê. Enfim, eu dei uma surtada esses dias e adicionei essa menina no facebook dele. Até aí tudo bem, ele não gostou porque “agi em nome dele”, e ele tem razão. Beleza. Mas ontem de manhã, depois de uma maratona de sexo muito bem feito, ele entra no facebook e curte duas postagens da vaconilda – e ele nunca fez isso. Mal curtia as minhas. E adivinha? Eu surtei

    de novo.  Mas surtei no meu canto, pretendia engolir mesmo. Ele foi atrás de mim, e ficou todo nervoso por eu estar chateada. Aí ele trocou a senha do facebook e do e-mail, não tenho mais acesso a nada, e minha neurose – que eu tanto trabalhei – tá voltando. O que eu devo fazer?”

    __________________________________

    E ai leitores ácidos, o que vocês que a anônima deve fazer?


    Gostou? Compartilhe

  • 24/01/2013// Por: Taty Ferreira

    Confirmando uma teoria na Disney

    httpv://youtu.be/qbAAGafcIQg

    Gostou? Compartilhe

  • 23/01/2013// Por: Taty Ferreira

    Dica sexual para homens


    Gostou? Compartilhe

  • 23/01/2013// Por: Taty Ferreira

    Não Quero + Ficar Sozinho #21

     

              

     

     


    Gostou? Compartilhe

  • 23/01/2013// Por: Taty Ferreira

    Recordes e curiosidades sobre o Sexo

    httpv://www.youtube.com/watch?v=FglUU4hIb4o


    Gostou? Compartilhe

  • 22/01/2013// Por: Taty Ferreira

    Homens, está na hora de aprender uma coisinha


    Gostou? Compartilhe

  • 21/01/2013// Por: Taty Ferreira

    Mãe pegou a amiga com a boca lá

     

    “Bom, isso aconteceu em Fevereiro de 2011, tinha saído de férias e fui viajar com meus pais, alugamos uma casa no Guarujá e fomos pra lá.

    Chegando lá, uma prima da minha mãe disse que iria para a baixada também, mas que iria levar uma amiga junto. Acontece que a tal amiga era uma coroa gostosa, por volta dos 40 anos, seios durinhos, empinadinhos, cinturinha fina, coxão, bundão, barriguinha lisinha, um corpo de deixar qualquer uma de 25 anos no chinelo.

    Bom, voltando ao assunto, no sábado a tarde, meus pais resolveram ir no mercado, deixando apenas eu e a amiga da minha prima na casa, depois de um belo banho e algumas cervejas na cabeça, sem pensar muito, com tesão já a flor da pele, resolvi chegar junto nela, na qual ela não esboçou reação alguma.

    Aqueles amassos frenéticos rolando, eis que resolvo leva-la para o andar de cima da casa, ela se ajoelhou na minha frente e começa a fazer aquele boquete gostoso e eu de olhos fechados como se estivesse em outro mundo. Quando abro os olhos, dou de cara com a minha mãe gritando histericamente.

    Bom, o nosso fim de semana acabou ali, eu e a amiga não conseguíamos olhar um na cara do outro, aquele clima chato rolando na casa e no domingo a tarde, resolvemos ir embora.”

     


    Gostou? Compartilhe

  • 21/01/2013// Por: Taty Ferreira

    Sex Music – Only the Young

    Indicação da Thamires Machado, a música é Only the Young de Brandon Flowers

    httpv://www.youtube.com/watch?v=uBENjCPS8LI


    Gostou? Compartilhe

Taty Ferreira

Blogueira

/acidezfeminina
/acidezfeminina
/AcidGirlTestosterona
/acidezfeminina
/AcidezFeminina
/AcidezFeminina
Olar bandiputo!!!

Natural de Araxá/MG, tem 30 anos, é blogueira, youtuber, empresária, escritora, modelo, atriz e mentirosa. Produz conteúdo para a internet desde 2009 e ama o fato de poder trabalhar usando pijama. Tem uma missão de que é lembrar as mulheres de depilarem seus bigodes. Você, mulher, já depilou seu bigode essa semana?