• 18/12/2016// Por: Camila Pavani

    SSD #7 – Você sabe o que é SQUIRTING?

    sexo-sem-duvida

     

    “Oi Acid, adoro teus vídeos! Meu nome é Letícia mas prefiro que mantenha meu anonimato. Tenho 21 anos e tenho um certo problema (?) na hora do sexo. Desde que perdi a virgindade, eu gozo de uma forma diferente do que a maioria das meninas, eu tenho o famigerado SQUIRTING! No começo da minha vida sexual era bem raro isso acontecer, mas hoje em dia eu conheço o meu corpo e sei onde me estimular na hora do sexo para me dar maior prazer e eu gozar. Só que, estou namorando a 1 ano, e isso já está começando a ficar chato, já não é mais novidade.. eu sinto muito prazer quando gozo, mas moro no RS, e aqui é frio, encharca o colchão, faz lambança e as vezes até perco a paciência comigo de tanta água que sai, é insano! Eu tento segurar as vezes mas é muito difícil, e quanto mais eu seguro mais água vai sair depois! Eu já ouvi vários comentários quando acontece pela primeira vez com alguém e a campeã é “é xixi?” Acid! Me ajuda! Eu não encontro nada na internet relacionado a isso e as vezes eu acho que é xixi mesmo. O que me deixa mais confortável é pq só acontece no extremo prazer do sexo! Já adaptamos toalhas, plástico para forrar o colchão, mas é um saco ter que levantar na hora da foda pra forrar a cama! Me dá dicas, please! Não aguento mais gozar tanto”.

    Olá..

    O que está acontecendo com você pode ser squirting, mas é preciso investigar mais. Molhar o colchão, encharcar toalhas normalmente tem mais a ver com urina mesmo do que com squirt.

    A cena clássica que talvez você já tenha visto em filme pornô da mulher “jorrando” líquido é muito mais montagem do que de fato algo real. A mulher não jorra nada longe, como aparecem nos filmes.

    Se você está percebendo essa umidade toda, deve observar primeiro se não é lubrificação que pode estar sendo intensa. Ao mesmo tempo, quando você diz que precisa ficar segurando, parece muito mais um movimento seu relacionado a bexiga do que a qualquer outra coisa. Porque ninguém consegue ficar segurando a lubrificação para depois deixar sair. O que as mulheres conseguem é segurar a urina para depois sair.

    Então o indicado a você nesse momento é procurar um(a) fisioterapeuta especialista em Uroginecologia que vai poder fazer essa avaliação, porque existem inclusive instrumentos para medir a contração do seu assoalho pélvico, dos músculos que envolvem a vagina, e até dos responsáveis pela saída da urina, para saber se eles fecham o canal da sua urina ou se escapa algo aí.

    Este é o caminho mais indicado a você nesse momento.

    Como você fala, que só acontece no extremo prazer do sexo, algumas mulheres nesta hora deixam sim escapar algo de urina.  

    Se de fato está saindo muita água, avalie esta possibilidade. Lubrificação é normal, em quantidade também, porém nada que lavaria o colchão, porque aí é frequentemente algo a mais que a lubrificação.


    Gostou? Compartilhe

  • 13/12/2016// Por: Camila Pavani

    Não é o que vocês está pensando

    intestino-preso


    Gostou? Compartilhe

  • 11/12/2016// Por: Camila Pavani

    Apenas uma dica

    nao-conte


    Gostou? Compartilhe

  • 09/12/2016// Por: Camila Pavani

    SSD #6 – Como melhorar o sexo com camisinha?

    sexo-sem-duvida

     

    Não consigo ter orgasmos com camisinha. Já tentei de tudo, camisinha maior, menor, sensive, com textura e nada. Sem camisinha não tem problema nenhum. Mas com ela eu faço, faço, faço, a menina enche o saco e não consigo. Em raras ocasiões eu chego a broxar (não sei pq mas mulher por cima eu não sinto nada).

    Houve um tempo em que falavam que dirigir um carro usando cinto de segurança causava desconforto, hoje sentimos desconforto se não usamos cinto. Nos entregamos mais a viagem, e a viagem é mais prazerosa se estamos firmes no banco, não é?

    É como jogar bola sem usar caneleira, achamos que é melhor não usar, depois que nos acostumamos com ela queremos jogar sempre usando, porque nos sentimos melhor e nos entregamos mais ao jogo inclusive, se estivermos com a proteção.

    Entendo exatamente, e essa dificuldade de alcançar orgasmos com camisinha é também a dificuldade de muitos homens.

    Eu lhe explico:

    Sempre que transamos focados no pênis, é lógico que um material em volta dele vai limitar a sensação. Se transamos com o foco no pênis, sexo com a camisinha fica limitado.

    Agora saiba que orgasmo se dá no corpo inteiro. E se você usar o corpo inteiro para se excitar e transar de corpo inteiro, somente poucos centímetros do seu corpo estarão cobertos por látex.

    Você tem metros de pele, milhares de áreas sensíveis, e bilhões de receptores no seu corpo inteiro. Quem transa de corpo inteiro, sabe que a camisinha não ocupa 5% da área coberta, os outros 95% estão totalmente destampados.

    Aproveite para dar e receber todos os estímulos que tiver vontade. De e receba muitos beijos, mordidas, lambidas, a carícia que você quiser, o apertão que der vontade. Sinta essas coisas boas e tudo isso no seu corpo inteiro e em quem estiver com você.

    Não importa a posição, se é por cima, por baixo, por onde estiver, se o foco for no pênis, a camisinha vai limitar você. Se o foco for no corpo inteiro a camisinha não atrapalha.  

    A gente sabe que Orgasmo acontece no cérebro, é uma sensação que vem de um acúmulo de prazer e mais prazer, e o cérebro recebendo tudo isto, desencadeia em um orgasmo.

    Não importa por onde entra o seu estímulo, o importante é chegar no cérebro estímulos porque Orgasmo é só consequência de muitos estímulos.

    Quando focar no pênis e jogar todo o sexo em cima dele, aí sim a camisinha limita a sensação. Quando você transar de corpo inteiro, vai ter prazeres maiores, orgasmos mais intensos inclusive usando a camisinha.

    Você pode tentar de tudo, camisinha maior, menor, sensitive, anatômica, ou o que quiser. O problema não está na camisinha.

    Tente sexo de corpo inteiro!

     


    Gostou? Compartilhe

  • 03/12/2016// Por: Taty Ferreira

    Achei que era mensagem do Crush

    imagem5-alterada


    Gostou? Compartilhe

  • 02/12/2016// Por: Taty Ferreira

    Aborto até os 3 meses de gestação não é crime

    7244533_orig

     

     

    Na ultima terça-feira, dia 29 de Novembro, ao conceder habeas corpus a 5 pessoas que trabalhavam numa clinica de aborto em Duque de Caxias- RJ, abriu precedente para que outros magistrados e instâncias utilizem dessa decisão para julgar inocente outros casos que venham a ser julgados.

    Após a descriminalização do aborto de anencéfalos ocorrida em Abril de 2012, essa é segunda discussão sobre o assunto em mérito nacional e pode ser mais um passo para que os cidadãos e o judiciário discutam abertamente a questão do aborto de maneira geral.

    Luis Roberto Barroso, ministro do STF justificou seu voto a favor do habeas corpus os seguintes dizeres: “Na medida que é a mulher que suporta o ônus integral da gravidez, e que o homem não engravida, somente haverá igualdade plena se a ela for reconhecido o direito de decidir a cerca da sua manutenção ou não”.

    A divulgação da decisão foi muito discutida nas redes sociais, pessoas contra e a favor a descriminalização do aborto fizeram uso de hastags para expressar suas opiniões. Uma das hashtags mais utilizadas foi a  que tentava enfatizar os descuidos que as pessoas tem em relação aos métodos contraceptivos.

    Aborto já foi tema de um vídeo no meu canal, vou aproveitar a deixar para colocá-lo aqui reiterando minha opinião.

     

     


    Gostou? Compartilhe

  • 01/12/2016// Por: Taty Ferreira

    Colchão avisa quando você está sendo traído

     

    smarttress-app

     

    Uma empresa espanhola criou um colchão que avisa via aplicativo que movimentos estranhos estão acontecendo nele.

    O colchão tem 24 sensores ultra-sônicos capazes de identificar movimentos típicos de quem está transando. Esses sensores emitem um alerta via aplicativo para o celular do dono do colchão e assim não há como negar que o colchão está sendo utilizado para outras coisas e não para dormir. Mas oh, pode ser que sejam apenas crianças pulando no seu colchão!

    O nome do produto é Smarttress, é feito pela empresa Durmet e custa cerca de 6 mil reais. Abaixo você pode ver o vídeo publicitário que foca em dizer que é difícil estar ciente das traições com tantas novas maneira de conhecer pessoas atualmente.

    Assiste ai!

     


    Gostou? Compartilhe

  • 22/11/2016// Por: Taty Ferreira

    Uma tirinha sobre você no fim de ano

    mentirinhas_1061


    Gostou? Compartilhe

  • 22/11/2016// Por: Taty Ferreira

    Pesquisa revela quanto tempo de conversa é necessário para um encontro casual

    casal

     

     

    Uma pesquisa realizada pelo C-date quis saber quanto tempo de conversa os seus usuários precisavam para marcar um encontro com a pessoa do outro lado da telinha. Entre os usuários, 44% deles disseram que bastava um dia de conversa para conhecer alguém pessoalmente. Mas há ainda os que levam mais tempo e preferem marcar o encontro após uma semana de bate papo (40%). 9% deles disseram precisar de um mês e 7% de dois ou mais meses.  

    As mulheres são mais cautelosas, segundo a pesquisa. 41% delas precisam de no mínimo uma semana de trocas de mensagens antes de sair para o encontro. Em seguida, os resultados apontam 30% das usuárias topam um encontro com um dia de conversa. Mas 17% das mulheres só marcam de sair depois de dois meses ou mais e 12% depois de um mês.  

    Carla Cecarello explica que isso é muito em função do homem ser mais visual e das mulheres precisarem de mais tempo para serem seduzidas e envolvidas. A pesquisa, realizada na primeira semana de outubro, contou com a colaboração espontânea de 697 usuários cadastrados no site.  


    Gostou? Compartilhe

  • 22/11/2016// Por: Taty Ferreira

    Ele jogou a camisinha usada no chão

    rapidinhaleitor

     

    “Oi gente!!! Tudo beleza? Queria compartilhar uma história minha com vocês.

    No começo do ano, um rapaz entrou em contato comigo pelo Facebook, conversei um pouco com ele, troquei whatsapp e depois de muito o cara insistir, resolvi sair com ele pra ver qual era.

    Ele me falou que tinha recém terminado com a namorada porque brigavam muito e, como ele não tinha esboçado nenhum interesse em ficar comigo, só em conversar, eu dei uma de “amiga” e perguntei se ele pensava em voltar pra ela. Ele disse que não pensava em voltar ou não, que estava só conhecendo pessoas. E quando perguntei quanto tempo eles haviam ficado juntos, ele respondem “estamos juntos a x meses” (não lembro). Daí pensei que ele realmente queria só a minha amizade afinal ele usou o verbo no presente.

    Mas sabe como é mulher, né? Carinha interessante, bonito, inteligente… a gente fica ressentida de ele nem tentar nada né?!Conversamos mais algumas vezes e saímos uma segunda vez. Dessa vez a gente ficou e foi bem legal. Mas, ele resolveu me adicionar no Facebook, até então não éramos amigos de Face. E foi aí que apareceu o status dele “em um relacionamento sério“. Questionei-o e ele disse que eles estavam dando um tempo. Pensei: deixa eu aproveitar pois eu não quero namorar mesmo!

    Sim, fui safada, galinha, piranha, etc. Já fui traída e sei como é. Não deveria ter compactuado com isso mas agora já foi.

    Depois de um tempo, resolvi por um ponto final nessa sacanagem e para isso resolvi transar com ele. Chamei-o para vir na minha casa, já era bem tarde, tipo umas dez horas da noite. Ou seja, estava na cara que eu queria dar. Ele veio, não trouxe nem uma cerveja (perdeu ponto). A gente ficou vendo um filminho e dei início aos trabalhos.

    Mas surgiu um pequeno problema, ele é gordo e eu sou bem magrinha, então eu fui por cima mas não encaixava. Aí sentei de costas mas a coisa não estava fluindo bem pra mim. Então pensei: “de quatro vai”, mas toda hora escapava e ele ficava afoito pra colocar de novo. Mas errava! E começou a me dar uma crise de riso, e pra não rir na cara dele, tive que tapar a cara com um travesseiro. Daí ele continuou mais um pouco e quando estava ficando bom ele parou. Achei que ele tivesse gozado e não falei nada, afinal a gente mal se conhece. Mas também não estava tão bom a ponto de eu pedir pra continuar. Na realidade eu queria começar tudo do começo de novo.

    Mas foi aí, depois que ele parou, que aconteceu a situação que me fez pensar “Tenho que contar isso pra Taty!!!”. Visualiza comigo: O cara, em pé ao lado da cama, coloca a mão na “giromba”, tira a camisinha e joga no chão!

    CARALEO! “Nem amarrou??? Vou ter que limpar porra do chão???”, foi o que veio na minha mente.

    Mantive a classe e depois que ele foi embora descobri que ele não tinha gozado, que ele parou porque achou que eu tinha gozado. Provavelmente porque eu estava me contorcendo com um travesseiro enfiado na cara.

    Confesso que fiquei pensando em uma segunda vez pra ver se acho o modo correto do encaixe, afinal o ego da gente é fogo! Mas depois de analisar tudo o que aconteceu, acho que essa parada da camisinha me broxou bonito!

    Enfim, isso era só pra alertar as garotas a não se envolverem com caras comprometidos e aos homens para procurarem desovar suas camisinhas em locais apropriados.

    Beijos e parabéns pelos vídeos.

    Grazi”

    _________________

    Você também tem uma história hilária ou constrangedora pra contar? Manda pra gente no email contato@acidezfeminina.com.br


    Gostou? Compartilhe

Taty Ferreira

Blogueira

/acidezfeminina
/acidezfeminina
/AcidGirlTestosterona
/acidezfeminina
/AcidezFeminina
/AcidezFeminina
Olar bandiputo!!!

Natural de Araxá/MG, tem 30 anos, é blogueira, youtuber, empresária, escritora, modelo, atriz e mentirosa. Produz conteúdo para a internet desde 2009 e ama o fato de poder trabalhar usando pijama. Tem uma missão de que é lembrar as mulheres de depilarem seus bigodes. Você, mulher, já depilou seu bigode essa semana?