• 14/10/2015// Por: Camila Pavani

    O pintinho piu que nunca comeu danoninho sem colher

    rapidinhaleitor211

    “Bom, começou assim, conheci um gatinho em uma viagem que fiz pela faculdade. Ele fazia outro curso e não tínhamos muito contato. Na viagem só rolou aquelas olhadas, conversinhas insinuadoras e tal, mas nada de concreto. Quando retornamos ele puxou conversa no WhatsApp e então resolvemos marcar pra ficar, só que nunca rolava. Passaram-se uns meses só de conversa até que um dia rolou!

    Saímos no carro dele e eu crente que só iria rolar uns amassos quentes quando dei por mim o cara estava entrando no motel! Bem, já que estávamos ali, o jeito era aproveitar. Começamos nos beijos e o cara tira minha roupa pra fazer oral, achei o máximo, até que ele começou e eu vi que a criatura não comeu danoninho sem colher quando pequeno. Não sabia usar a língua de jeito nenhum! Isso já me fez ir broxando, mas beleza como todo brasileiro não desisti. Continuamos o ato e do nada o cara me deu um tapa na cara tão forte que eu não sabia se era sexo ou UFC. Quase que eu cai na gargalhada, mas me contive. E então o pior foi quando o cara tirou a cueca. Olhei, olhei, olhei de novo e não acreditei.
    O pinto do cara além de fino era muito pequeno, era PP! Acho que meu dedo do meio ganhava do pinto dele, mas já que estava ali, bora continuar. Ficava por cima, ficava por baixo, de lado e nada. Não fazia nem cócegas! Broxei de vez, não tinha como continuar numa coisa tão ruim. Aí ficou ele com o pintinho piu me pedindo pra fazer oral pra ele gozar. Ok, lá vou eu chupar aquele pirulitinho de 5 centavos. Aff! Aí o bendito queria gozar nos meus seios, mandei gozar na minha boca, mas o cara era tão ruim, tão ruim que gozou em mim toda, até no meu cabelo. Ainda teve a cara de pau de falar: você não vai querer mais ficar comigo ne!? E aí eu pensei “É lógico que não! Quer que eu liste os motivos?” Mas só pensei…”
    __________________________
    História da Carla, que fez as melhores comparações da história das rapidinhas! Se você, assim como nós, se divertiu com a história e gostaria de ver a sua publicada aqui também, escreve pra gente!
    O email mudou, fica ligado, agora é blog@acidezfeminina.com.br !


    Gostou? Compartilhe


Taty Ferreira

Blogueira

/acidezfeminina
/acidezfeminina
/AcidGirlTestosterona
/acidezfeminina
/AcidezFeminina
/AcidezFeminina
Olar bandiputo!!!

Natural de Araxá/MG, tem 30 anos, é blogueira, youtuber, empresária, escritora, modelo, atriz e mentirosa. Produz conteúdo para a internet desde 2009 e ama o fato de poder trabalhar usando pijama. Tem uma missão de que é lembrar as mulheres de depilarem seus bigodes. Você, mulher, já depilou seu bigode essa semana?