Patrocinado
cabecalho grande 970x90 1

A coisa “esquentou”

rapidinha com o leitor
de |

Oi Acid, as histórias que você posta aqui sempre me divertem. Hoje é minha vez de contar.

Bom, como começo muita gente que curte seu blog, vamos me chamar de B e minha namorada de L.
Eu e a L estávamos combinando de ir num motel já faz um tempo, eis que surgiu a oportunidade em um fim de semana. Estávamos numa festa e eu com o carro do meu pai, logo pensamos: “Hoje tem”. Tudo certo, a gente já tinha combinado o esquema, pesquisado vários motéis por perto e escolhemos um que ficava à caminho da casa dela.
Saímos da festa lá pelas tantas e fomos pra lá. Pegamos a melhor suíte, com tudo que tínhamos direito e principalmente por causa da hidro.
A coisa já tava quente dentro do carro e só ia esquentar dali pra frente, LITERALMENTE. Quando a gente entra no quarto, ela me disse que iria ligar a hidro na água quente pra poder higienizar antes da gente usar. E assim ela fez. Só que enquanto isso, aquela pegação toda, fomos pra cama, um oral, outro oral. A transa perfeita. E de repente lembramos da hidro. Já era tarde. Estava completamente cheia e a água estava fervendo. Só que não podia sair sem esvaziar. Resultado: fomos tomar banho esperando a água da Hidro esfriar e nada. Como tinha que esvaziar de qualquer jeito, enrolei duas toalhas no braço e tentei tirar o tampão: não deu certo. Tive que queimar os dois braços e enfiar a mão lá várias vezes, até conseguir desenroscar o tampão e a água da hidro descer. No fim, foi uma noite maravilhosa, mas não conseguimos usar a hidro. Ficou pra próxima!


O B. compartilhou essa frustração conosco, mas pelo menos se deram bem de outra forma.

Manda a sua história também! É blog@acidezfeminina.com.br

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.