Patrocinado
cabecalho grande 970x90

Chega de “Não é para você”

chega de nao e para voce
de |

Eu nunca entendi o fato das pessoas me acharem muito ousada por falar de sexo na internet.

Desde que mostrei que era eu a pessoa por trás do codinome Acid Girl fui bombardeada com perguntas e comentários como: “Mas porque você está se expondo dessa maneira?”, “Falar de sexo não é para você”, “Tanta coisa para falar e você escolhe logo esse tema…”

A grande verdade é que falar de sexo é como falar de sapato, ou de comida, ou sei lá, de música, portanto não importa o quanto qualquer um pense que falar de sexo não é mim, É PRA MIM, SIM! Até porque, como diversas outras coisas, sexo é algo que a maioria de nós gosta de fazer e de falar sobre.

Mesmo antes de perder a virgindade eu sempre tive muita curiosidade sobre tudo aquilo que envolvia sexo, queria saber se perder a virgindade doía, se era gostoso, como funcionava o processo fisicamente e vivia procurando informações e fazendo perguntas que muitas vezes deixavam as pessoas encabuladas, mas nunca deixei de perguntar, porque gosto de conhecer mais sobre as coisas antes mesmo de entrar de cabeça nelas (sem trocadilho maldoso hein galera?!).

Talvez por isso, e por minha família nunca ter feito disso um bicho de sete cabeças, sempre abordei esse assunto com naturalidade, que é como acredito que ele deveria ser abordado por todos.

Obviamente isso me trouxe alguns contratempos com o tempo, apareceram pessoas fazendo propostas indecentes, outras tantas comentavam nos vídeos coisas do tipo “Puta”, “Vagabunda”, “Piranha”, mas eu nunca me importei, porque eu sabia que essas visões deturpadas sobre mim não tinham nada a ver comigo, essas pessoas não me conheciam, não conviviam comigo e portanto não tinham porque serem levadas em consideração. E acredito que no fundo, no fundo, eu sabia que com o tempo essas pessoas veriam em mim uma mulher que trata de todos os assuntos, principalmente os mais polêmicos, naturalmente, de maneira autentica e não pretensiosa.

Falar sobre sexo não significa que eu faça mais ou melhor que ninguém, menos ainda que eu use o sexo como maneira de ganhar a vida, significa apenas que eu tenho e dou liberdade para que as pessoas conversem comigo sobre algo tão íntimo e que gera tantas neuras desnecessárias. E veja só você, parece que as pessoas entenderam! 😉

Quem disse, Berenice? é uma marca que acredita na nossa liberdade e nos dá forças para fazer tudo aquilo que nós somos, por isso me convidaram para contar um pouquinho de como eu descobri que falar de sexo é para mim.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.