Patrocinado
cabecalho grande 970x90 1

Grávidas e o mercado de trabalho

design sem nome 4
de |
285628520 564484228370138 6279049383520702018 n

As mulheres brasileiras já são culturalmente menos privilegiadas dentro do mercado de trabalho, porém quem normalmente tem histórias ainda mais árduas são as grávidas.

Discriminadas, incompreendidas e muitas vezes vistas como um mal investimento na empresa, elas passam por muitas dificuldades quando o assunto é a carreira.

Várias mulheres grávidas ou com filhos pequenos acabam não podendo contar financeiramente com o pai da criança que some, ou as abandonam, e em algumas realidades não possuem apoio de ninguém, então como sobreviver frente a um mercado de portas fechadas e pouco inclusivo?

Além de ser um problema longe de ser resolvido, ainda existem as cobranças e o medo de ser demitida que são sombras constantes na vida delas. Uma pesquisa do site Trocando Fraldas revelou que três em cada sete mulheres sentem medo de engravidar e serem mandadas embora. E não é à toa.

Segundo o estudo Estatísticas de Gênero, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apenas 54,6% das mães de 25 a 49 anos que têm crianças de até três anos em casa estão empregadas. A maternidade negra, nesta mesma situação, representa uma taxa ainda menor: menos da metade está no mercado de trabalho (49,7%).

Especialistas afirmam que é uma questão de cultura. “Acredita-se muito que os filhos precisam da mãe nesta primeira infância e que apenas ela é responsável pelo cuidado deles. Além disso, é comum pensar que as profissionais não entregarão o desempenho esperado quanto às demandas”, conta a psicóloga Ana Paula Ferraz, ao site Eu Estudante.

Mas, isso tudo por que uma mulher se tornou mãe? Um processo natural da vida? Não parece ser justo, e realmente não é, por isso a lei garante alguns direitos para quem está nesse período.

Mas e você, já sentiu a diferença como o mercado trata as grávidas e mães recentes? O que você acha que poderia ser feito?

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.