Patrocinado
cabecalho grande 970x90

Mulheres ainda estão longe de alcançar cargos de liderança

delicado azul e rosa mapa mental para coaching post moderno para instagram 1024 px × 574 px
de |
delicado azul e rosa mapa mental para coaching post moderno para instagram

Três em cada dez pessoas no Brasil ainda não se sentem confortáveis em ter uma mulher como chefe. A pesquisa de 2019 que revelou os dados absurdos, mostrou que nesse número não estão apenas homens, muitas trabalhadoras pensam da mesma forma.

Culturalmente somos ensinados a dar pitaco sobre onde é o lugar certo para uma mulher estar, e raras são às vezes em que a gerência de uma empresa é considerada. A verdade é que existe um viés inconsciente que leva as pessoas a sentirem esse incômodo com a figura feminina, do qual elas nem se dão conta, mas essa linha de pensamento ultrapassada acaba atrapalhando a evolução das mulheres na carreira.

Hoje apenas 3% dos executivos em posição de CEO entre as 250 maiores empresas do Brasil são mulheres, só que esse cenário tem mudado, mesmo que lentamente, ao longo dos anos. Entre 2012 e 2020, a quantidade de mulheres em cargos de liderança dobrou, indo de 10% para 20% em 18 países do mundo, e a tendência é que com políticas eficazes o cenário mude de vez.

Ter mulheres no comando dos negócios pode trazer vários benefícios para as empresas. Pesquisas comprovaram que no âmbito profissional elas são muito mais resilientes, empáticas, flexíveis, sociáveis e inovadoras, qualidades muito importantes no ambiente de trabalho.

Agora conta pra gente, você conhece muitas mulheres em cargos de liderança?

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.