Patrocinado
cabecalho grande 970x90

Spark, um aplicativo de relacionamento para ser usado no metrô

spark um aplicativo de relacionamento para ser usado no metrô
de |

É uma situação muito comum para quem utiliza o transporte público. Você vê alguém, cria fantasias sobre sua vida deliciosamente perfeita juntos, pensa no nome dos seus três filhos e … É isso. Você chegou no seu ponto e sua alma gêmea desapareceu para sempre.
Não é bem assim, os jovens Dave Marsden, 24, criou um aplicativo juntamente à Gabriel da Sharp, 25, no qual você pode mandar uma “faísca” para o coração da pessoa. O app com nome de Spark – faísca em inglês – está disponível apenas em Londres, Manchester e Reino Unido por hora.

Se trata de um app de relacionamento, quase como o Tinder, mas a diferença é que ele promete funcionar mesmo sem conexão com a internet. Os criadores de Spark afirmam que ele funciona basicamente com o Bluetooth, o que significa que sua vida amorosa não está limitada à zonas de wifi livre.

Quando você vê alguém atraente, só o que tem que fazer é abrir o aplicativo, encontrar o perfil da pessoa e enviar uma faísca. O usuário recebe a faísca apenas depois que vocês se separaram, dando um ar de mistério no romance e evitando situações embaraçosas. O porém é que, sim, a outra pessoa também tem que ser um usuário do aplicativo. Por isso, segundo os desenvolvedores, a usabilidade do app depende de quantas pessoas estão cadastradas.

“Todos os dias vemos pessoas que chamam nossa atenção, e naquele segundo formamos uma imagem do que poderia acontecer e como poderíamos chamar a atenção da pessoa”, diz um dos criadores. “É muito mais do que apenas uma imagem. Esta é uma pessoa real que muitas vezes nós não conseguimos contato, e nós queremos mudar esse resultado. “

Dave Marsden insiste que não é apenas mais um app de busca. Os usuários só tem apenas uma faísca livre para enviar por dia, tornando o processo um pouco mais amável do que o Tinder. Destinatários tem 24 horas para responder à faísca ou então a ligação é perdida para sempre.

“O nosso único objectivo para Spark é para forjar conexões mais significativas”, diz ele. “Queremos que cada faísca signifique algo quando enviada, o que torna receber uma ainda mais impactante. As conversas que não estão ativas durante uma semana vão desaparecer, o que significa que você só pode continuar falando com aqueles que realmente se interessaram.”

Vi no Telegraph

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.