Patrocinado
cabecalho grande 970x90 1

Suportaria mais um pouquinho?

illustration celebrate international day for the elimination of violence against women instagram post 1024 × 574 px
de |
289373543 577041937114367 2137803146721785373 n

Você, com 11 anos, grávida de um 3stupr0, suportaria mais um pouquinho?

“Você suportaria ficar mais um pouquinho?”, perguntou a juíza Joana Ribeiro Zimmer, de Santa Catarina, ao tentar induzir uma menina de 11 anos a seguir com uma gestação indesejada.

Grávida após ser vítima de um estupro e mantida pela Justiça em um abrigo para evitar que faça um aborto autorizado, a garotinha foi levada de casa depois de uma audiência, na qual a Justiça e Promotoria pediram para a menina manter a gestação por mais “uma ou duas semanas” para aumentar as possibilidades de sobrevivência do feto. O caso foi revelado pelos sites Portal Catarinas e The Intercept.

Em trechos do vídeo da audiência que foi enviado por uma fonte anônima, a juíza questiona até se a menina gostaria de escolher o nome da criança e tenta convencê-la a seguir com a gravidez. “A gente mantinha apenas a tua barriga, porque, para ele ter a chance de sobreviver mais, ele precisa tomar os medicamentos para o pulmão se formar completamente”. E continua: “Em vez de deixar ele morrer – porque já é um bebê, já é uma criança –, em vez de a gente tirar da tua barriga e ver ele morrendo e agonizando, é isso que acontece, porque o Brasil não concorda com a eutanásia, o Brasil não tem, não vai dar medicamento para ele…”

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informou no dia 21 de junho que está apurando a conduta no caso, e finalmente a Justiça autorizou que a criança voltasse para a casa da mãe

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.